Sensação de ter nascido novamente

[ 26 ] Comments
Share
ju

Hoje pensei de falar um pouco sobre a experiência que tive quando cheguei na Austrália.

E sinceramente ás vezes sinto como se tivesse nascido novamente. O que quero dizer é que tive que lidar com coisas que se estivesse no Brasil, não necessariamente teria que lidar, como por exemplo:

1 – Idioma. Ter que aprender um idioma na marra. Muitas vezes me sentia como uma criança aprendendo a falar. Pronunciava errado, pedia para as pessoas falarem mais devagar, via palavras na rua e pensava: Ah, eu sei, aprendi na escola esta palavra. hahaha. Exatamente como eu fazia quando eu era criança.

2 – Pessoas. Não conhecia ninguém quando cheguei. E na infância, tirando a família, só conhecia as pessoas da escola e foi exatamente o que aconteceu aqui. Só conhecia as pessoas da escola.

3 – Histórias. Quando já se tem alguns amigos e o inglês já está um pouco melhor, você vai conversar com nativos e eles tem histórias, como por exemplo, comerciais que passavam antigamente, piadas regionais, ou alguma brincadeira que eles fazia no passado. Me sentia da mesma maneira quando eu estava com amigos dos meus pais e eles falavam do passado. Ficava com aquela cara de perdida. Exatamente a mesma cara aqui, pois eu não tenho conhecimento do que se passou antes de eu chegar.

4 – Insegurança. Quando você mora muito tempo em um lugar, você se sente mais seguro no sentido de saber a hora que o ônibus passa, o horário que as lojas abrem e fecham, os lugares que tem preço bom, as comidas que você gosta, enfim, sabe como as coisas funcionam. Quando vai para outro lugar se sente insegura por precisar aprender tudo rapidamente. Lembro quando fui comprar meu primeiro pão sozinha quando era criança, fiquei com uma cara de perdida, e senti o mesmo por aqui, não sabendo onde os eram lugares, quanto valiam as moedas.. hehehe. Coisas básicas, mas me sentia perdida no início, da mesma maneira quando era criança.

5 – Reaprender. Tem atividades que fazemos naturalmente e quando muda de país, pequenas coisas fazem diferença. Aqui por exemplo, até para andar na calçada eles andam do lado ao contrário para nos brasileiros. Assim como na direção. Nos brasileiros nos cumprimentamos com beijos e abraços e aqui, ás vezes nem estendem a mão, pois para alguns é muita intimidade. Então, quando andava do lado errado o Igor me puxava para o lugar certo na calçada, como minha mãe fazia e quando cumprimento com beijo as pessoas, penso? Puts, foi mal.

Estes são apenas alguns exemplos de itens que me senti nascendo novamente e tendo que abrir minha mente para o novo. Ou você se esforça para se abrir ou não aguenta.

O que me anima é que quando era criança realmente me sentia insegura para o mundo. Tudo era muita novidade, mas conforme vamos enfrentando os medos que vamos tendo, vamos nos sentido mais corajosa para cada passo a seguir.

Lembro que quando chegamos aqui, o Igor não se sentiu muito bem e pediu para eu comprar um remédio. Eu não sabia nem onde eu estava direito, mas precisava comprar um remédio. Tive que deixar de lado a vergonha de falar errado, pedir informação, achei o local para comprar, tive que tirar dúvida se o remédio estava certo. Comprei e voltei super feliz porque tinha achado, sem muito tempo para celebrar a vitória, tive que rapidamente cuidar do Igor. Apesar de ser por um motivo ruim, foi uma alegria, pois por um momento me senti vitoriosa pelo pequeno passo de ter conseguido me virar sozinha. Parecido que quando era criança quando conseguia algo que hoje achamos banal.

Estou aprendendo a celebrar nossas pequenas conquistas. Nossas experiências, mesmo que pequenas temos que valorizar. É muito mais difícil estar em outro país do que podia imaginar, mas penso o que está me ajudando é a celebrar as pequenas vitórias. Vejo algumas crianças celebrarem quando conseguem a fazer algumas atividades pela primeira vez e ás vezes quando ficamos adultos perdemos um pouco este senso de valorização. Com isso, estou tentando resgatar essa energia da criança que celebra e não ser tão rude comigo mesma olhando somente as coisas que não consegui por aqui.

Fica esta dica, celebre suas pequenas vitórias. Se observarmos, todos os dias conseguimos nos superar em algo, mas muita vezes só prestamos atenção no que não conseguimos.

26 Responses to Sensação de ter nascido novamente

  1. juvenal disse:

    Vdd. Esta história me fez lembrar do primeiro emprego, aos 12 anos de idade. O patrão me perguntou se eu sabia onde ficava um determinado endereço. A bem da verdade, eu não sabia sequer onde ficava o elevador, mas disse que sim. Batendo com a cabeça fui e voltei em um tempo relativamente curto. Parece bobeira, mas este fato, norteou toda a minha vida. Quando é preciso, a gente consegue.

  2. Interessante. Tem fatos que nos marcam e nos deixam como referencial para conquistarmos outras etapas. Obrigada por compartilhar sua experiencia.

  3. Realmente me parece una verdadera lástima que no este mas carburando radio un programa que se escuchaba en todos lados yo desde chico lo escuchaba porque me padre escuchaba carburando en mi pueblo (Indio Rico ) la verdad que se escucha cada cosa en radio y que saquen un programa como carburando no se entiende .suerte muchachos y ojalá muy pronto estén en el aire de una radio importante como se merecen

  4. Smart Balance Wheel http://adf.ly/6249830/banner/www.fashionhoverboard.com is easy to slip on when you’re in a hurry

  5. website definitely not bringing about properly during Voyager however peeks profound inwards Firefox. Have any word of advice to aid handle this challenge?

  6. We are thrilled I personally ultimately found some brazilian body wav https://www.youtube.com/watch?v=T6hp4Ndf7vU… They are really very just the thing for wonderful weather.

  7. We are a group of volunteers and opening a new scheme in our community. Your web site offered us with valuable info to work on. You’ve done an impressive job and our whole community will be grateful to you.

  8. Very good written story. It will be beneficial to anyone who usess it, as well as myself. Keep doing what you are doing – for sure i will check out more posts.

  9. I am continually searching online for posts that can help me. Thank you!

  10. Enjoyed every bit of your blog.Really looking forward to read more.

  11. naughty milf disse:

    Muchos Gracias for your blog.Thanks Again. Keep writing.

  12. Really appreciate you sharing this blog.Really looking forward to read more. Awesome.

  13. kids games disse:

    Im thankful for the article post.Really looking forward to read more. Fantastic.

  14. Thanks for sharing, this is a fantastic blog post.Really thank you! Really Great.

  15. Very neat blog article.Really looking forward to read more. Really Great.

  16. Really enjoyed this blog article.Really thank you! Much obliged.

  17. Thanks for the article.Really thank you! Keep writing.

  18. Im grateful for the blog.Much thanks again.

  19. fifa 17 hacks disse:

    Thanks so much for the blog.Really thank you! Really Great.

  20. Great article post. Keep writing.

  21. Appreciate you sharing, great blog article.Really looking forward to read more. Want more.

  22. Thanks for sharing, this is a fantastic blog article.Thanks Again. Want more.

  23. We are searching for some people that might be interested in from working their home on a full-time basis. If you want to earn $500 a day, and you don’t mind developing some short opinions up, this might be perfect opportunity for you!

  24. Ethica disse:

    The picture is slow loading for me as well, (IE). I&8;712#m glad the Lakers are off to a good start. If they lose a couple of games before January, so what? Part of the issue is that the way the Lakers lost the finals still leaves a really bad taste in all our mouths. Honestly, I’d trade 3 losses for a boston blowout not on December 25th, but on Feb 5th in boston. I’m thinking 40pts or so

  25. I really like and appreciate your post. Want more.

  26. I just want to mention I’m newbie to blogging and really loved this web page. Almost certainly I’m going to bookmark your site . You actually have awesome article content. Regards for sharing your website page.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.